Tudo que você precisa saber sobre o Imposto de Renda Pessoa Física 2019

por Adove Comunicação / 14 fevereiro 2019 / Sem Comentários

A declaração do Imposto de Renda Pessoa Física é uma obrigação anual que faz parte da vida de muitos brasileiros. Neste ano ela deve ser feita entre os dias 07 de março e 30 de abril.

É comum ela causar certa preocupação devido à complexidade que pode adquirir se não for feita corretamente. Se organizado os documentos necessários e se for realizada com profissional capacitado, essa etapa pode ser bem mais simples.

A questão é que, por mais que se trata de um dos impostos mais importantes do país, ainda lidamos ano após ano com o fato de que muitos brasileiros deixam para a última hora ou, até mesmo, não fazem a declaração.

Hoje vamos falar sobre muitas questões pertinentes ao Imposto de Renda Pessoa Física. Estas que são dúvidas comuns e que podem estar te preocupando agora. Continue a leitura!

O que é o Imposto de Renda Pessoa Física?

O Imposto de Renda Pessoa Física é um dos tributos mais importantes e sua declaração é obrigatória para todas as pessoas que tenham recebido ganhos acima de um valor mínimo, pré-determinado pela Receita Federal. Nesse sentido, contribuintes que ganham abaixo do limite estabelecido não precisam fazer a declaração do IR.

O IRPF é calculado sobre a renda e os proventos dos contribuintes que residem no país ou que estão no exterior, mas recebem de fontes do Brasil.

As alíquotas – percentual com que um tributo incide sobre a Renda Tributável – variam conforme tabela progressiva.

Por que declarar o Imposto de Renda Pessoa Física?

IRPF 2019

Quais os motivos que você leva em consideração para fazer sua declaração?

Enquanto cidadão, o IRPF é uma forma de fazer o ajuste dos impostos pagos durante o ano, caso tenha recolhido valor maior será restituído pela Receita Federal, caso tenha recolhido valor menor que o calculado, deverá recolher a diferença, que pode ser parcelada em até 8 vezes.

Se a outra pessoa faz a declaração, porque você não faria a sua também?

Checklist IRPF 2019

Em tempo: Ainda não foi divulgado pela Receita Federal os critérios de exigência para a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2019.

Quais pessoas estão isentas de fazer a declaração do IRPF 2019?

Cidadãos que os rendimentos sejam de origem de aposentadoria, pensão previdenciária ou reforma de patente e pessoa física que possua alguma das doenças listadas abaixo:

  1. Tuberculose ativa
  2. Alienação mental
  3. Esclerose múltipla
  4. Neoplasia maligna
  5. Cegueira (inclusive monocular)
  6. Hanseníase
  7. Paralisia irreversível e incapacitante
  8. Cardiopatia grave
  9. Doença de Parkinson
  10. Espondiloartrose anquilosante
  11. Nefropatia grave
  12. Estados avançados da doença de Paget (Osteíte Deformante)
  13. Contaminação por radiação
  14. Síndrome de imunodeficiência adquirida (Aids)
  15. Hepatopatia grave
  16. Fibrose cística (Mucoviscidose).

Obs: essa listagem considerou os critérios de 2018. Podem haver mudanças em 2019.

O que declarar no Imposto de Renda Pessoa Física?

IRPF 2019

No Imposto de Renda você deve declarar tudo que recebeu e pagou em 2018. Venda de bens, aluguéis, reformas, despesas, até mesmo fontes alternativas de renda devem ser listadas.

É preciso informar a Receita todos os bens e direitos que faziam parte do seu patrimônio até dia 31 de dezembro de 2018. Carros, imóveis e bens como joias ou quadros acima de R$ 5.000,00.

Resgate do FGTS, recebimento de herança e rendimentos provenientes de ações judiciais devem ser informados à Receita Federal.

Outro ponto é em relação aos dependentes. Quem declara ter dependentes precisa informar qualquer rendimento que estes tenham tido em 2018.

Claro, dentro desta questão de “tudo que recebeu e pagou em 2018” está inserida muitas outras coisas. A lista provavelmente será longa e por isso não iremos listar todas as possibilidades. Mas, quando falamos de tudo pago e recebido, é literalmente tudo.

Importante contar com ajuda de um profissional capacitado para identificar quais documentos você precisa, pois eles podem variar de um caso para outro.

Restituição IRPF 2019

Restituição IRPF 2019

Feita a declaração do IRPF 2019, você precisa ficar atento a consulta da Restituição do Imposto de Renda 2019. Isso permite saber se sua declaração foi aceita pela Receita Federal. Caso não, é preciso atender ás exigências do órgão Público.

Você pode consultar referente a data de pagamento da Restituição no portal da Receita, caso tenha direito à Restituição de valores. Esse processo ocorre quando a Receita detecta que o contribuinte pagou mais impostos do que deveria. Siga o passo a passo abaixo para consultar a sua:

  • Acesse o Portal da Receita Federal
  • Digite seu CPF
  • Escolha o ano da Declaração
  • Preencha sua data de nascimento
  • Digite os caracteres da imagem
  • Clique em “consultar”.

Importante fazer a declaração com profissional que acompanhe o processamento dela, para não ter surpresas com notificações da Receita Federal ou até mesmo o não recebimento da Restituição.

E então?

A declaração é algo trabalhoso e que exige extrema atenção, até porque você não quer cair na malha fina do IR por erros na declaração, certo?

Se precisar realizar a declaração do seu IRPF 2019, converse conosco. Temos anos de experiência em realizar esse processo e sabemos exatamente como lhe ajudar da melhor forma possível!

Se quiser, pode conferir o Checklist exclusivo que elaboramos, assim você já identifica quais documentos possui e quais precisa organizar! Para fazer download é só clicar abaixo!

Checklist IRPF 2019

Novidades em seu e-mail!

Receba em primeira mão a Newsletter da Djazil


Envie sua crítica ou sugestão