Entenda a importância do Capital de Giro para sua empresa

por Adove Comunicação / 27 fevereiro 2019 / Sem Comentários

Você analisa o Capital de Giro no seu negócio? Do momento que você adquire um produto do fornecedor até o momento que o consumidor compra de você e realiza o pagamento (à vista ou parcelado), como as despesas fixas e variáveis são pagas?

O Capital de Giro é o dinheiro necessário para pagar os custos que sua empresa tem ao longo do tempo.

Entenda o que ele é, qual sua importância, como calcular e outras informações relevantes.

Se você ainda não o usa na sua empresa ou pretende abrir um novo negócio, descubra por que ele é essencial!

O que é o Capital de Giro?

Antes de explicarmos o Capital de Giro, é preciso entender que ele é um investimento. E ainda, que existem dois tipos quando a empresa inicia as atividades.

Um é o investimento fixo – usado na aquisição de máquinas, móveis, prédios, veículos, na estrutura necessária para o funcionamento que é o Capital – e o outro é o investimento recorrente, aquele necessário para o funcionamento diário da empresa – o Capital de Giro.

O Capital de Giro é um investimento de reserva que será utilizado para suprir necessidades financeiras da empresa ao longo do tempo. Ele irá bancar os custos e despesas fixas e variáveis.

É importante frisar que esse recurso disponível não se trata só de valor monetário, como nas contas a receber, no caixa ou no banco. Ele também está presente no estoque.

É com esses recursos que os negócios da empresa irão “girar”. Por isso o nome Capital de Giro.

Por que o Capital de Giro é importante?

Capital de giro: dinheiro na mão

Existem muitos fatores internos e externos que podem afetar a saúde financeira do seu negócio.

Você pode ter muitas vendas, e isso é ótimo. Porém, se não houver um controle financeiro efetivo do dinheiro que entra e que sai, ele pode se perder e a empresa ter prejuízos.

Outro ponto é que o Capital de Giro auxilia em relação à sazonalidade. Todo negócio que possui um mapeamento das vendas ao longo do ano consegue apontar quais meses em que o fluxo de clientes se torna menor e, consequentemente, as vendas.

Ao tê-lo, sua empresa terá maior estabilidade para se auto sustentar nestes períodos.

Ele também vai ajudar no estoque. Se em um determinado mês as vendas sobem bruscamente e você precisa investir para adquirir mais produtos, é o Capital de Giro que permitirá você atender a demanda com qualidade, sem prejudicar o resto da estrutura financeira do negócio.

Outro aspecto que o torna muito relevante também, são as condições de pagamento oferecidas ao cliente. Parcelar as compras vai além de produtos e serviços. Hoje já se consegue parcelar impostos como o IPTU e IPVA.

Ou seja, o parcelamento é quase indispensável visto que uma grande parte dos consumidores opta por ele. Então, é preciso ter o Capital muito planejado para que a sua empresa consiga “continuar a existir”. Isso enquanto aquelas parcelas do cliente não caem na conta.

E ainda, durante esse período em que não recebe pelo produto vendido, você precisa pagar impostos, salários e demais despesas fixas e variáveis.

E se as contas não fecharem?

Quando o Capital guardado não consegue suprir as necessidades da empresa, seja por questão da sazonalidade ou prazos, por exemplo, a empresa se vê na obrigação de fazer empréstimos bancários.

O problema é que, se o Capital de Giro é destinado para despesas rotineiras, ele deveria ser suprido com os próprios recursos da empresa.

Não indicamos aumentar o nível de dívida para resolver a situação. Empréstimos devem ser realizados para investimentos em novos produtos, serviços e/ou crescimento do negócio.

Como calcular o Capital de Giro?

Como calcular o Capital de giro

Entendido a importância, vamos te mostrar como você pode calcular esse investimento.

Para calcular o Capital de Giro Líquido (CGL), deve-se subtrair o Passivo Circulante (PC) do Ativo Circulante (AC).

CGL = PC – AC

Para que você saiba, vamos explicar o que é o PC e o AC apresentados nesta fórmula.

O Passivo Circulante (PC) compreende todas as despesas e custos fixos, programados ou previsíveis como contas a pagar, fornecedores, empréstimos, aluguéis, salários, etc.

Já o Ativo Circulante (AC) é toda forma de recursos disponíveis convertidos em liquidez. Valores em contas, aplicações e contas a receber são exemplos.

Diferença entre Capital de Giro e patrimônio

O Capital de Giro e o patrimônio podem ser considerados sinônimos, porém eles possuem diferenças.

Capital, nos termos contábeis, pode ser considerado as disponibilidades, valores realizáveis, ou seja, toda a parte que sofre movimentações constantes.

Já o patrimônio é o conjunto de bens, direitos e obrigações ligados a uma pessoa jurídica.

Comece a calculá-lo no seu negócio

Capital de Giro comece a calcular

Você viu que falamos o que é o Capital de Giro, sua importância, como calculá-lo e sua diferença em relação ao patrimônio.

Se você já tem um negócio com alguns anos de mercado, pode ser um pouco mais complicado contabilizar e colocar na ponta do lápis todos os ativos e passivos circulantes.

Nesse sentido, a contabilidade pode ser uma aliada neste levantamento, pois ela contempla todos os valores.

Suas práticas no mercado serão mais assertivas e você terá maior controle do estoque das negociações com fornecedores. E ainda, maiores possibilidades de condições de pagamento ao seu cliente.

Se vai abrir seu negócio agora, o Capital de Giro também é essencial, mesmo que você não tenha custos já executados.

Coloque no papel todos os gastos e itens necessários para fazer sua empresa funcionar. Faça uma estimativa. Listado tudo que seu negócio precisa, coloque na fórmula que apresentamos e tenha um Capital de Giro aproximado.

Muito importante lembrar que esse cálculo deve ser feito com frequência. Despesas não planejadas podem surgir, como uma queda brusca nas vendas, por exemplo. Então, tudo precisa ser calculado novamente.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Entre em contato conosco!

Novidades em seu e-mail!

Receba em primeira mão a Newsletter da Djazil


Envie sua crítica ou sugestão