Você faz a gestão de custos na sua empresa?

por Adove Comunicação / 22 abril 2019 / Sem Comentários

Tão importante quanto ter cada vez mais vendas é ter o controle dos custos e despesas, ou seja, realizar a gestão de custos do seu negócio.

Diante de tantos compromissos e áreas que demandam total atenção, é normal que o empreendedor foque nas vendas. Porém, será que ele está tendo lucro?

Ter um produto bacana, uma presença forte no mercado, clientes fiéis e vendas crescentes são questões muito positivas. Isso, dentre outros fatores, mostra que seu negócio está indo bem, concorda?

A princípio parece que sim, mas, se o gerenciamento dos custos e despesas está de lado, a empresa pode a qualquer momento ter sérios problemas.

Nesse sentido, vamos falar sobre o que é a gestão de custos, qual sua importância, benefícios e os tipos de custos que existem na empresa. E ainda, o que é uma boa gestão e quais são os erros mais comuns. Confira!

O que é a gestão de custos?

A gestão de custos basicamente é o controle e gerenciamento dos gastos de uma empresa. Para entender mais, vamos falar sobre o significado da palavra custos.

Ele abrange tudo que o negócio precisa fazer para realizar suas atividades. São todos os gastos necessários para deixar um produto ou serviço pronto para ser vendido. Alguns custos que podemos citar como exemplo são os insumos, matéria-prima, mão de obra e equipamentos.

Já as despesas são diferentes, mas se enquadram também na gestão de custos. A energia elétrica e os gastos com uma agência de marketing digital, por exemplo, são considerados despesas, gastos que não estão diretamente relacionados com a produção ou venda de um produto ou serviço.

Qual a importância da gestão de custos para as empresas?

Importância da gestão de custos na empresa

A falta deste controle financeiro pode prejudicar o fluxo de caixa, margem de lucro, volume de vendas e, até mesmo, a sobrevivência do negócio.

Com essa gestão é muito mais fácil identificar quais dos seus produtos está dando mais lucro, quais devem deixar de serem produzidos e quais estão em destaque, necessitando maior produção devido a grande demanda, por exemplo.

Outro aspecto vantajoso desse controle é a previsão do fechamento financeiro do final do mês. Essa visualização pode colaborar em uma maior assertividade no planejamento do mês seguinte.

Um benefício desse controle é que, ao analisar as informações do mês anterior e ter identificado dias específicos com vendas menores, por exemplo, é possível no próximo mês criar ações que promovam o aumento das vendas nos dias em que elas foram prejudicadas.

Benefícios da gestão de custos

  • Informações valiosas que irão influenciar na tomada de decisões
  • Identificação de oportunidades de investimento
  • Aumento da margem de lucro
  • Decisões estratégicas tomadas mais conscientemente
  • Segurança no desempenho da empresa
  • Consciência da realidade financeira da empresa
  • Diminuição dos riscos no negócio
  • Precificação correta
  • Ampliação da competitividade
  • Diminuição de gastos desnecessários
  • Ampliação da lucratividade
  • Visualização de produtos que tem valor agregado
  • Visualização de produtos que podem ser vendidos mais barato
  • Queda nos gastos
  • Produtos e serviços com mais qualidade
  • Boa gestão financeira
  • Maior controle dos custos.

Tipos de custos de uma empresa

Ao elaborar um planejamento de controle dos custos do seu negócio, é importante que você tenha essa visualização dividida. Isso porque, os custos podem ser classificados em fixos ou variáveis.

Custos fixos

Basicamente o custo fixo abrange as despesas mensais, aquelas nas quais são pagas continuamente. São despesas que não sofrem alterações se aumentar ou diminuir o volume de vendas do produto ou serviço.

  • Material de escritório
  • Contador
  • IPTU
  • Conta de energia elétrica
  • Telefone
  • Fornecedores
  • Funcionários
  • Aluguel.

Custo variáveis

Correspondem aos materiais e insumos consumidos para produzir um produto ou prestar um serviço. Eles são variáveis pois oscilam conforme a demanda de produção ou a disponibilização dos produtos e serviços para venda.

  • Impostos sobre mercadoria
  • Horas extras de funcionários
  • Comissão de vendedores
  • Manutenções emergenciais.

O que é uma boa gestão de custos?

O que é uma boa gestão de custos

Lembra que no começo do conteúdo mencionamos que boas vendas, clientes fiéis e boa presença de mercado não necessariamente significam que tudo está indo bem na empresa?

Para que uma boa gestão de custos aconteça, é preciso existir disciplina. A equipe responsável pelo controle dos gastos precisa armazenar e analisar as informações constantemente. Planilhas contribuem para que os registros se mantenham organizados.

Mas, além dessa alimentação das informações e do controle contínuo, é preciso que a equipe saiba identificar oportunidades de investimentos.

Ao se aprofundarmos um pouco na questão de quais informações precisam ser levantadas, todo e qualquer gasto precisa ser identificado, entendido e registrado. Absolutamente nada deve passar despercebido.

Depois que todo esse controle e análise foi feito – e ele deve ser constante – é preciso transformar essas informações em dados a fim de compreender como os custos impactam no preço do produto ou serviço.

Entendido isso, a partir do momento que você utiliza os dados armazenados para tomada de decisões e ações estratégicas, você está realizando a gestão de custos.

Principais erros cometidos na gestão de custos

  • Não considerar nos custos a depreciação do valor dos produtos em estoque
  • Não calcular o custo e o preço de venda dos produtos e serviços
  • Esquecer que máquinas e equipamentos precisam de manutenção
  • Não calcular o ROI (Retorno sobre o Investimento)
  • Cobrar valores pelo produto que não condiz com a realidade
  • Não saber se a empresa está tendo lucro ou prejuízo.

E então?

Você viu que falamos sobre a gestão de custos, seus benefícios, sua importância, quais são os tipos de custos que existem, o que caracteriza uma boa gestão, principais erros cometidos e outros pontos importantes.

Esse controle pode ser complexo para ser colocado em dia – caso sua empresa ainda não faça. Porém, ele é indispensável se você quer que ela continue crescendo e se fortalecendo no mercado.

Contabilizar os gastos evita muitos problemas e oferece, se bem analisado, vantagens competitivas e oportunidades únicas. Contudo, é preciso manter o financeiro do seu negócio extremamente organizado.

Disciplina, controle e atualização constante das informações relacionadas aos custos são a combinação para tornar a gestão de custos ideal.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar!

Novidades em seu e-mail!

Receba em primeira mão a Newsletter da Djazil


Envie sua crítica ou sugestão